Sobre quadris, parto e evolução

bushmen-mother-and-child-miranda-mirandahttp://news.harvard.edu/gazette/story/2015/…/hip-correction/
Artigo super interessante!
Vale a pena ler tudo.
Resumindo: até hoje acreditava-se que a pelve mais larga das mulheres (necessária para gestar os filhos) as tornava menos aptas á corrida e á marcha, comparando com os homens. Com as novas descobertas do dpto de Human Evolutionary Biology de Harvard, essa teoria vai por água abaixo. A mulher é tão apta a esse movimento que o homen (leiam o artigo para entender melhor). Mas fica a pergunta:
Porque então a pelve não se alargou mais ainda, para permitir partos mais fáceis, já que a abertura da pelve não é fator determinante para nossa locomoção? Pois de todos os primatas, biomecanicamente falando, nossos partos são os mais delicados.
Não se tem respostas claras. Mas a pesquisadora de Harvard aponta para as mudanças extremamente rápidas do nosso meio-ambiente e modo de vida nos últimos 10 mil anos (e seus impactos no desenvolvimento da pelve e no tamanho dos bebês), bem diferente das condições de vida para as quais nos adaptamos quando éramos todos caçadores coletores. Ou seja, é como se estivessemos correndo atrás para se adequar a esse momento da nossa evolução. Uma hipótese interessante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s